Maluco Entrevistas:Wikilouquista

Este artigo faz parte do Maluco Entrevistas!
A coleção doida, maluca, e sem sentido de entrevistas!
Malucopedia.png
A Malucopédia tem um artigo sobre Wikilouco.
O entrevistado de hoje.

Olá malucos e malucas (como assim "malucas"? tem mulheres na malucopédia? se tiver mesmo pode me passar o zap delas?) hoje iremos até a Casa da Mãe Joana para ir entrevistar um wikilouquista, uma espécie muito retardada que encontra-se em abundância na Puta que Pariu, quando chegamos lá, vimos um wikilouquista ursando, e, pelo seu retardo aparente, provavelmente será dificil entrevistá-lo.

Olá Sr. Wikilouquista, podemos te entrevistar?Editar

O quê? Que cachorros você está fazendo aqui?

Vim pra te entrevist...Editar

Olha só se você continuar à ser sério eu vou ser obrigado a te dar ban!

Ok, ok, Err... desejas conversar com um cachorro voador de 3 patas?Editar

 
Sim, sim!

Ok, bom, quando você nasceu?Editar

Em dois mil e mil

WHAT? enfim, você tem namorada?Editar

Nós somos assexuados hehe.

Então como se reproduzem?Editar

Nós bebemos dollynho, e então quando vamos usar o banheiro a gente caga os nossos filhos! Eles começam como simples pororros e entã...

CHEGA! Que coisa bizarra do carai!Editar

:/

Bom, como é ser tão insano assim?Editar

A insanidade nossa é como a insanidade normal só que 3x mais insana e com pitadas de insanidade a mais até porque a nossa insanidade não é a insanidade normal até porque a insanidade normal não é a insanidade nossa como acontece com a sanidade mental que não tem nada haver com a insanidade mental algo idêntico ao que acontece com a gente, a nossa insanidade não é a sua insanidade até porque a sua insanidade não é a nossa insanidade.

*Reporter fica 1 hora refletindo* Nossa, bem doido isso.Editar

É

Mas como última pergunta, err, como se brinca de urso?Editar

( ͡° ͜ʖ ͡°)

 
O Reporter depois da entrevista

Já to me cansando disso! Eu vou chamar a sua mãe para cá caso não me responda direito!Editar

O QUÊ? (o wikilouquista começou a se tremer com isso) POR FAVOR NÃO CHAME A MAMÃE, ELA PODE ME BATER DE NOVO, POR FAVOR... BÚAAAAAA...


E com esse surto de emisse do wikilouquista é que a gente encerra essa entrevista louca por hoje. E a gente se pergunta no que tem na mãe daquele entrevistado para dar tanto medo nele.