Abrir menu principal

Malucopédia β

Marvel

No dia 31 de Agosto de 2009 uma notícia caiu como uma bomba sobre a nerdidade: Avi Arad e Stan Lee haviam vendido a Marvel Enterprises à The Walt Disney Company pela bagatela de 40 bilhões de dólares.

Homem-Aranha no traço tosco e infantil da Disney
Donald, o novo Capitão América

No entanto, este negócio da China fora feito meses antes. O primeiro produto da bizarra parceria foi o desenho Spectacular Spider-Man, estrelado por um Homem-Aranha idêntico ao Aladim (notem na ilustração ao lado que Mary Jane e Gwen Stacy têm ambas a cara da princesa Jasmine) e versões caricatas dos vilões, bem ao estilo Darkwing Duck.

A notícia foi mal recebida dos dois lados. Adultos que cresceram assistindo O Rei Leão se suicidaram e os nerds que cresceram lendo Quarteto Fantástico ameaçaram invadir o escritório central da Disney com tochas e porretes. A situação ficou ainda mais preta com as terríveis alterações sofridas em ambos os universos ficcionais das duas empresas:

  • Após a morte de Steve Rogers o Pato Donald tornou-se o novo Capitão América.
  • Wolverine ficou proibido de matar e agora só usa as garras para arrombar portas.
  • O Justiceiro teve todo seu arsenal substituído por armas não-letais inventadas pelo Professor Pardal.
  • Tio Patinhas comprou o Clarim Diário, fundiu com o jornal A Patada e deu origem ao Patim Diário.
  • Superpato e Superpateta se tornaram membros dos Vingadores.
  • Por serem paródia de um personagem da DC Comics, o Morcego Verde e o Morcego Vermelho foram removidos da cronologia e suas histórias foram todas desconsideradas.
  • João Bafo de Onça virou o novo hospedeiro do simbionte Venom.
  • O Metralha 171-717 virou o novo hospedeiro do simbionte Carnage.
  • Howard the Duck mudou-se para Patópolis e descobriu ser primo do Pato Donald.
  • Gastão descobriu que sua sorte é um poder mutante e juntou-se aos X-Men.
  • Violência e sangue foram banidos dos quadrinhos da Marvel.
  • Para aplacar a fúria das viuvinhas do Morcego Verde, a Marvel fez de Zé Carioca o novo Hulk (aproveitando o fato de que ele já é verde por natureza).
  • Todas as histórias sobre Gwen Stacy ter chifrado o Homem-Aranha com o Duende Verde foram desconsideradas na atual cronologia do escalador de paredes, pois a Disney é uma empresa familiar e não admite adultério (tanto que, assim como no desenho da Disney, o Hércules da Marvel passou a ser FILHO e não enteado de Hera).
  • Thor e Loki viraram amiguinhos, pois brigas familiares também são vetadas pela Disney.
  • O Universo Disney tornou-se a Terra-666 da Marvel.
  • Mickey Mouse tornou-se agente da SHIELD.

E como se não bastassem tantas blasfêmias, a Disney também produziu um desenho do Homem de Ferro em que Tony Stark é um adolescente (e portanto não pode ficar bêbado), ou seja, ele é o GAROTO DE FERRO. E o próximo sacrilégio da Disney será o filme X-Men - First Class, uma versão High School Musical dos heróis mutantes estrelada por Zac Efrom, Miley Cyrus e os Jonas Brothers. Falta pouco para uma guerra santa entre fãs da Marvel e da Disney.